Fundamentos

FUNDAMENTOS FILOSÓFICOS

O Colégio Professor Anselmo baseado em seus objetivos e na certeza das diferenças individuais ressalta o respeito ao desenvolvimento das diferentes inteligências, seguindo uma linha filosófica onde o humanismo e sócio-construtivismo se intercalam, acreditando que valores como amor, respeito, união e cooperação, entre outros, devem estar presentes no dia a dia, principalmente entre educadores e educandos, para que ocorra, verdadeiramente, a educação.

FUNDAMENTOS EPISTEMOLÓGICOS

5

“Melhorias significativas na educação resultam e fomentam melhorias

significativas na sociedade.”

Entendendo que objeto é tudo que desperta curiosidade e pode ser estudado pelo homem, incluindo a si mesmo e o próprio pensamento, conclui-se que toda e qualquer realidade material, psíquica ou espiritual pode ser “objeto epistemológico”.

Sentir, perceber, compreender, definir argumentar, discutir e transformar são etapas fundamentais e consistem nas fases epistemológicas da construção do conhecimento.

O sentir cria imagens mentais, circunstanciais, subjetivas que podem ser simbolizadas individualmente. Através das mesmas se estabelece a primeira relação entre o sujeito pensante e o objeto pensado. O mundo na TV e nos meios audiovisuais com suas imagens, sons e cores é um grande estimulante das sensações. Desenvolver o interesse pelo objeto é um dos objetivos da escola porque aí se inicia o processo da construção do conhecimento.

Só se consegue conhecer, criar e expressar algo a partir das sensações e percepções que são incorporadas. Explorar ao máximo a riqueza dos sentidos é um dos desafios dos educadores.

Pela compreensão assimilam-se os conceitos, que são fundamentais no conhecimento. Memorizar sem conceituar, sem entender o significado é uma “violência pedagógica” só somada quando os signos memorizados são traduzidosem significados. Tal memorização desenvolve nos alunos insegurança e desinteresse pelo estudo.

Só a partir dos conceitos é que se torna possível definir, raciocinar, argumentar e, portanto, transformar conscientemente. Piaget e Vygotsky concordam que a essência da tarefa educativa está na construção dos conceitos.

Uma definição não terá significado se o sujeito não tiver domínio de todos os conceitos que utiliza na mesma, mesmo quando um aluno tira uma nota alta.

A produção do texto, em qualquer disciplina, é o melhor parâmetro de avaliação do desempenho científico porque o mesmo é o principal vínculo da argumentação, seja ele oral ou escrito, verbal ou não-verbal.

Sendo uma cadeia raciocínio os discursos matemático, político, antropológico, biológico, etc. são as diversas linguagens que expressam a realidade nos seus vários aspectos. Sem o caráter transformador qualquer discurso torna-se limitado ao universo estritamente acadêmico.

O conhecimento é produzido através de ações elevadas ao nível racional, inteiradas à realidade. É difícil melhorar as condições sociais de vida sem a incorporação crítica da cultura. Ciência e produção, ética e tecnologia, conhecimento e aprendizagem, cultura e cidadania são ângulos de uma mesma realidade que transforma e é transformada. Estes formam os paradigmas do processo pedagógico, a substância e força da escola: o conhecimento.

FUNDAMENTOS DIDÁTICO-PEDAGÓGICOS

O processo didático-pedagógico do Colégio Professor Anselmo ligado aos fundamentos filosóficos e epistemológicos crê que toda produção científica é fruto de um trabalho coletivo; assim, a interatividade torna-se primordial aplicada à relação do aluno com o meio ambiente, com as pessoas e com os instrumentos de trabalho. Através da mesma, atitudes como cooperação, respeito, responsabilidade, segurança, auto-estima se desenvolverão e fortalecerão a autonomia e a aprendizagem.

Ser útil à sociedade é uma maneira de desenvolver a cidadania. À medida que o indivíduo incorpora-se ao processo produtivo seja na agricultura, no escritório, no lazer, na arte, na internet ou na cultura cabe ao colégio fortalecer esse processo por ser um centro produtivo do conhecimento.

Pela atividade física ou mental da produção do saber, aluno e professor adquirem novos conhecimentos, confiança e segurança em si mesmos.

Quando se produz educacionalmente garante-se a “pedagogia do prazer”. Prazer em aprender e em ensinar (o aluno também ensina e o bom professor é o que sabe aprender).

A incorporação tecnológica, como princípio educacional, deve estar vinculada ao processo produtivo pois o conhecimento e o domínio da tecnologia trazem grandes vantagens ao professor e ao aluno na vida social.

©Copyright 2017 Colégio Professor Anselmo. Todos os direitos reservados.